13 de maio de 2014

É o mercado de trabalho que nós temos!

Infelizmente tenho tido muito azar nos empregos que tenho tido. Desde ficar agarrada em dinheiro ou mesmo ficar sem trabalho e ficar a olhar para as moscas.

Desde a minha licenciatura e até agora, dou explicações a miúdos do 1º ciclo até ao ensino superior e aulas particulares de informática a idosos. Parte desse trabalho correu bem mas houve situações em que os pais acabaram por não me pagar ou mais recentemente pessoas a quem dava explicação desapareceram sem deixar rasto. Em 2010, durante o tempo que andava a estudar, precisei de procurar um trabalho mais certo porque precisava do dinheiro e meti-me num call center. Depressa percebi que era impossível conjugar o horário da faculdade com o trabalho e tive de o deixar. Estive lá cerca de dois meses e remuneração nem vê-la. Quando terminei o meu curso comecei a trabalhar numa grande empresa na área da consultoria financeira onde estive mais de um ano. Lá, verdade seja dita que recebi todos os meses. Não era muito mas era certinho. Tinha tudo para dar certo, excepto o facto de não haver um grande fluxo de trabalho e eu ter ficado o tempo todo que lá estive encostada à box. Literalmente sem fazer anda. Pode-vos parecer muito bom mas um ano sem evoluir, sem aprender coisas novas quando estas no teu primeiro ano de trabalho à seria na tua área, não é nada agradável. Decidi sair sem grandes perspectivas de ter outro emprego e fui arranjando alguns trabalhitos precários onde não era nada certo e outras vezes sem me pagarem nada. Mais recentemente estive a colaborar com uma empresa de formação em que investi em manuais, horas de sono e sanidade mental para um trabalho exaustivo e complexo em que no final não vi um cêntimo. É triste mas é a realidade que temos. Até que no início de Abril surgiu uma proposta de trabalho que me pareceu bastante aliciante e segura para trabalhar (mais ou menos) na minha área. Estou cá há mês e meio e até agora não produzi nada… Ok, estou cá há pouco tempo mas a verdade é que nem tenho aprendido. É uma empresa pequena que está num processo de evolução e estão todos demasiado ocupados para perderem tempo a investir na minha formação. Vindo de uma grande empresa em que os primeiros tempos são de formação intensiva, sinto-me um bocado frustrada por até agora ainda não ter sentido que estou a aprender e a evoluir. É triste perceber que trabalho há alguns anos, que trabalho na minha área de formação há quase dois anos e que a minha evolução está estagnada. Sem datas previstas de progressão.

1 comentário:

Orgullo Benfiquista disse...

Buenas, enhorabuena por el blog, me gustaría intercambiar enlaces contigo y que nos sigamos mutuamente.
Un enorme saludo desde http://orgullobenfiquista.blogspot.com/
http://bufandasybanderasamps.blogspot.com/

Oi, parabéns pelo blog, gostaria de trocar links com você e nós seguimos um ao outro.
Uma saudação enorme de http://orgullobenfiquista.blogspot.com/
http://bufandasybanderasamps.blogspot.com/