14 de novembro de 2013

Descontrolei-me!


Não têm noção do que me aconteceu ontem. Vão pensar que estou a exagerar mas juro-vos que sou pessoa de ter vivido grande parte do tempo no campo e nunca me tinha acontecido uma coisa deste género.
Estava eu quase a passar à frente da minha casa numa deslocação entre explicações quando vejo um bicho (aranha) GIGANTE a passear pelo meu tablier. Não sei como não bati no carro da frente. Não era uma aranha grande, era mesmo gigante. Pensei... Já que ela está a andar no sentido do pendura, acelero um pouco e estaciono na minha casa para o meu pai a matar. Qual não é o meu espanto que assim que era chega à outra ponta do tablier e começa a andar no meu sentido. Era de noite e só vi um bicho gigante a andar na minha direcção e eu a conduzir. Não consegui controlar-me, não dava para chegar até casa. Encostei o carro assim que pude no primeiro espacinho que encontrei e saí  a pedir ajuda. É ridículo,  eu sei, mas juro-vos que me descontrolei. Passou uma velhota, e eu associo velhotas a campo (errado), mas ainda assim chamei-a e expliquei o que me estava a acontecer. Devia estar tão histérica que a senhora começou a afastar-se de mim com medo. Pedi-lhe desculpa e pedi por favor para ela me ajudar a matar aquela coisa que neste momento já estava no vidro a passear-se. Quando a senhora finalmente olhou e percebeu que eu não a queria enganar, exclamou "Que horror, eu não consigo matar isso". Lá andámos as duas de volta dela e passado uns 15 mim a senhora encheu-se de coragem e pumba, acabou com ela. Se há coisa que eu não consigo fazer é matar bichinhos, muito menos daquela dimensão. Consequências da minha história, para além de ter chegado super atrasada à explicação, de ter ficado com duas unhas partidas, que não me perguntem como aconteceu, ainda parti uma peça importante no meu carro que não sei como vai ser substituída  Enfim... Agora, sempre que entro no meu boguinhas tenho a sensação que devem haver mais familiares daquela coisa a passear pelo meu pobre carrinho... Medo!

12 de novembro de 2013

Desilusão é...


... Agarrarmo-nos a algo para nos dar força e à última não acontecer!

Por hoje acabou


São quatro e meia e estou de rastos... 
Uma hora de explicação com o meu miúdo de 8º ano que todos os dias me deixa passada tira-me horas de energia que podiam ser canalizadas para mim e para as minhas coisas. Tenho de pensar bem no futuro deste miúdo comigo. Enfim...
Boa noite!!

11 de novembro de 2013

Estudo intensivo...


... Já que não fiz nada no fim de semana!

10 de novembro de 2013

Prioridades


Nunca mais vos falei da minha pós graduação mas é verdade é que está um pouco em stand by. Continuo a estudar e a ir aos testes mas aulas... Nem vê-las. Se há coisa que eu não gosto nada é de assistir a aulas.  é um contra senso,  tendo em conta que sou/serei professora mas aplica-se o ditado... Faz o que eu digo não, não o que eu faço!
Esta semana (quarta-feira) tenho um teste de um cadeira à qual assisti a duas aulas e tenho-me dedicado muito a estudá-la em casa, como tal decidi que este fim de semana ia ficar por casa, ainda que o namorado viesse ter comigo no sábado. Na sexta ao fim da noite, depois do jantar com a minha amiga P., não aguentei e decidi não abdicar do pouco tempo que tenho com o namorado e família e fui passar o fim de semana à Ericeira como de costume. Já não consigo passar sem visitar a terra que também já considero minha. E assim foi, sábado depois de almoço agarrei no meu boguinhas e aproveitei o meu fim de semana ao máximo. Objectivo de segunda e terça... Estudar e não fazer mais nada!  

Como recordar é viver...


Na sexta fui finalmente jantar com uma amiga de longa data que há muito não via nem falava. Muito bom recordar velhos tempos.

7 de novembro de 2013

As dúvidas do sistema reprodutor


A minha miúda do terceiro ano adora a escola. Apesar de ter algumas dificuldades a matemática, faz questão de me contar tudo aquilo que aprende na escola. Esta semana, em estudo do meio, começou a dar o sistema reprodutor e como de costume teve de me explicar como é que funciona. Começou por dizer que há um óvulo e um “esprimodezoito” e que só um pode entrar no óvulo. A grande questão que me colocou foi: “Se só um é que entra, significa que há mais e que não é só aquele. Então quantos são?” Esbocei um sorriso e antes que me desse oportunidade de lhe responder disse: “Ahh devem ser dezoito, por isso é que se chama “esprimodezoito””. Lindo! A vontade que me deu de dar uma gargalhada na hora.

Nova tentativa


Todos os dias tenho vontade de vir aqui contar novidades e desabafar tudo o que me passa pela cabeças mas depois desisto e acaba por ficar tudo para mim. Não tenho uma justificação lógica para que isto esteja a acontecer. Acho que sempre reagi assim. Prometo, por mim, voltar a tentar utilizar este espaço como parte integrante da minha vida... Por palavras ou simplesmente imagens.

1 de outubro de 2013

Welcome!


Só espero que seja um mês repleto de alunos desesperados por explicações...
(desejo muito horrível?)

30 de setembro de 2013

29 de setembro de 2013

O retrato do dia #1

Manhã de estudo
Ida às urnas
Chá com o namorado
Jantar de família

28 de setembro de 2013

Retrospectiva do mês de Setembro

Há muito que não passo por aqui e que não sabem por onde ando.
Basicamente estou a seguir o meu plano para este ano mas com alguns entraves pelo caminho. Os tais riscos que estão achava que estavam calculados.

Neste primeiro mês que fiquei "desempregada", na verdade não fiquei de férias. Tenho aproveitado para fazer uns trabalhos que vão aparecendo como promotora do banco Santander Totta nas matrículas da faculdade e regressei às explicações. À cerca de um mês e meio que ando em entrevistas para centros de estudos e formações e já começam a dar alguns frutos. Como podem calcular, nesta altura do ano os pais ainda não têm noção da dificuldade dos filhos, daí ainda não haver muita procura mas tenho esperança que daqui a um mês ou dois as coisas já estejam melhores. Neste momento já tenho o G. que está no 8º ano e que por coincidência anda nos pupilos do exército e a R. que está no 11º ano e precisa de explicação a MACS (matemática aplicada às ciências sociais). A curto prazo há perspectiva de aparecerem mais miúdos.  Não imaginam como adoro ajudá-los. Posso estar super cansada e desmotivada mas durante 1 ou 2 horas que estou com eles, esqueço-me completamente de tudo! Quanto às formações espero, mando currículos,  vou a entrevistas mas até agora nada. Há-de aparecer!

Além do trabalho, também regressei à faculdade. Como pretendo profissionalizar-me em ensino de economia e contabilidade, vou precisar de fazer o mestrado. Contudo, apercebi-me que com a licenciatura de Bolonha em gestão, não tenho créditos suficientes em economia para concorrer ao mestrado e como tal, reservei este ano para fazer uma pós graduação no ISEG em economia e mais duas cadeiras na minha antiga faculdade. Pensei que fosse mais fácil do que está a ser. Ter ficado um ano parada fez com que perdesse o ritmo de estudo e as cadeiras não são canja. Estão a dar luta e não tenho tido muito tempo para lhe dedicar. Além disso, tenho acordado todos os dias às 6h para estar a sair às 6h45 de casa para começar as aulas às 8h. Saio do ISEG e vou a correr para a outra faculdade, para ir trabalhar da parte da tarde até às 21:30. Às vezes penso que devia ter esperado mais um ano mas a verdade é que só ia estar a adiar o que era inevitável.

No meio de isto tudo ainda existe outro problema... O dinheiro. Eu estava preparada para sobreviver nos primeiros meses mas a decisão de estudar foi tomada à pouco tempo e só no mês de Setembro gastei 1080€ e vou precisar de mais 1400€ para Fevereiro, sem eles não consigo despachar isto este ano. Não há-de ser nada! O namorado tem-me ajudado muito. Acho que vou passar os próximos 10 anos a pagar-lhe as minhas dívidas.
Agora é seguir em frente e avizinha-se um fim de semana de estudo intenso, ou pelo menos é o que espero!!

14 de setembro de 2013

Down!

Há dias que penso em voltar atrás... Em ignorar os meus objectivos não concretizáveis mas na realidade não é isso que quero. Quero por e simplesmente ter força para continuar a percorrer o caminho que quero percorrer. Correr os riscos que tenho de correr. E ter a felicidade de finalmente chegar lá. Quero acreditar que haverão dias melhores, dias sem percalços, dias de plena felicidade e realização.



24 de agosto de 2013

23 de agosto de 2013

Uma semana já está

Na segunda semana de Setembro, pelo menos, já tenho trabalho e agora vai ser assim... Aos poucos a completar a minha agenda. Na próxima semana há mais entrevistas. 

22 de agosto de 2013

Figas

E vão mais quatro marcações de entrevistas para as próximas semanas!


Parque de campismo da Ericeira

Sábado faço anos e como de costume, gostava de passá-los na Ericeira. Como neste momento não há casa e as minhas finanças já tiveram melhores dias, optámos por alugar um Teepee no parque de Campismo. Os teepees são uns "micro" quartos, apenas com duas camas e uma mesinha de cabeceira. Como é só uma noite nem vale a pena andarmos carregados com tendas. O preço ficou a 27€ no total. Barato e cómodo.



20 de agosto de 2013

Objectivo 1: Demissão

Tal como tinha referido aqui, estabeleci alguns objectivos a curto prazo para mudar a minha vida. Pode-vos parecer imprudente da minha parte despedir-me numa altura destas em que tanta gente queria ter um oportunidade mas a verdade é que eu não estava nada bem na empresa onde estava. Tal como muitas outras, também ela está a ser afectada pela crise e em doze meses em que lá estive, não tive um único projecto para o qual me tinham contratado. Além disso, não faz parte dos meus planos passar o resto da vida à espera que alguma coisa me caia em cima. Se não gosto, tenho é de lutar por condições melhores, mesmo que para isso tenha de ser uma incompreendida. (Acho que os meus pais já se habituaram à ideia, ainda que não concordem lá muito). 
É arriscado, é verdade, mas se eu não correr o risco agora quando vou correr? Não! Vai correr tudo bem. Temos de lutar sempre por sermos felizes. Se não correr bem damos um passo atrás e avançamos outros dois para a frente!


Os planos para os próximos tempos são:

- Despedir-me
- Matricular-me numa pós-graduação
- Distribuir milhentos flyers para explicações
- Decidir-me por um centro de estudos perto de casa
- Continuar a enviar currículos para formações
- Candidatar-me ao mestrado (daqui a um ano)

Assim que tiver mais pormenores vou partilhando!

Hora de mudança

As mudanças na minha vida e aqui neste blog estão prestes a acontecer. As decisões estão quase todas tomadas e os riscos calculados. Falta avançar e comunicá-las!

19 de agosto de 2013

De volta ao trabalho...

Que vontadinha!!


2 de agosto de 2013

26 de julho de 2013

24 de julho de 2013

Entrevista #2

Hoje fui a mais uma entrevista e... Correu bem!
Estou a aguardar uma chamada para Setembro.
Sem nada já não fico!


17 de julho de 2013

Há dias assim... Ou semanas!

Sinto-me fria... Meio a brutalhada. Não sei o que me está a deixar assim!


Se calhar até sei...

16 de julho de 2013

Um dia....

Revelo a minha identidade!

Não preciso dizer mais nada...


12 de julho de 2013

Recarregar energias

Ainda que quase a ferros, consegui tirar ontem e hoje de férias. Foi uma decisão que não foi muito aceite pelo chefe mas estava mesmo a precisar destes diazinhos para recompor energias. O namorado não conseguiu tirar férias nos mesmos dias porque está cheio de trabalho mas eu não aguentava mais um mês inteiro sem este tempo para mim e decidi tirá-los à mesma.
Ontem foi o aniversário do tio que nos cede a casa na Ericeira e como ia lá jantar, decidi ir um pouco mais cedo para ainda ir à praia. Estava uma tempo da caca mas não podia deixar de ir. Sempre que tiro férias fica mau tempo. Nem que chovesse eu ia!


Hoje levantei-me às 7h30 para deixar o namorado no comboio e aproveitei para ir às compras.

Preciso de espaço

Eu sei que as pessoas se preocupam comigo mas será que não entendem que isso só me deixa mais nervosa? Deixem-me errar! Deixem-me perceber até onde posso ir!

9 de julho de 2013

Color pants

Ando com uma vontade estranha de comprar calças coloridas. Sempre gostei de cores sóbrias mas agora...


Há muito que não tinha um fim de semana tão bom como este...

Sábado de manhã pude descansar porque tinha tido uma semana bastante cansativa com este novo projecto e da parte da tarde fui ter com o namorado à Ericeira, onde acabámos por passar o resto do dia na praia. Como já não temos lá casa, aproveitámos para fazer um jantarzinho romântico e acabámos a noite no Ouriço (a discoteca mais antiga da Europa). Esteve um dia óptimo e uma noite perfeita! Sair à rua de top às 5h da manhã na Ericeira é completamente surreal. Ainda nesse dia tivemos regressar a Lisboa e já nos deitámos com o nascer do sol.
Domingo foi mais soft e acabámos por só dar uma voltinha de manhã e ficámos o resto da tarde a ver filmes no sofá.


Festa de verão da empresa - Fotos

Só esta semana é que recebemos as fotos da festa.





(O namorado é o rapaz de pólo vermelho!)

5 de julho de 2013

Já é meu!

Apesar de estar a 10 minutos de casa para o trabalho. Esta semana demorei hora e meia para lá e hora e meia para cá. Tendo em conta que tenho de entrar as 8h e que tem estado um calor insuportável que me obriga a sair de casa à noite, as minhas horas dormidas não têm sido as suficentes. Ando a dormir uma média de 4h por noite e estou completamente exausta. 
Como já tinha mesmo de ser... Na segunda-feira andei a ver de carros e ontem já chegou!
Estou a contar na próxima semana já não ter de trocar três vezes de transportes para fazer um percurso de 10 minutos!

30 de junho de 2013

Vi este desafio por aí e decidi fazê-lo

As frases a negrito são as que se aplicam a mim.

Tenho menos de 1.65m. (1,61m)
Tenho uma cicatriz. (Quase ninguém a conhece... nem vai conhecer!)
Gostava que o meu cabelo tivesse uma cor diferente.
Já pintei o cabelo.
Tenho uma tatuagem.
Eu nunca usei suspensórios.
Um estranho já me disse que era bonito/a. 
Tenho mais de 2 piercings.
Tenho sardas.
Já jurei algo aos meus pais. (Tal como toda agente)
Já fugi de casa.
Eu tenho irmãos. (Uma irmã mais velha)
Quero ter filhos no futuro. (No máximo dois)
Tenho um emprego. (Pelo menos até ao final de Agosto)
Já adormeci numa aula.
Faço quase sempre os trabalhos de casa.
Já estive no quadro de honra da escola.
Já disse "LOL" durante uma conversa. (Ridículo mas já o disse)
Ainda choro a ver filmes da Disney.
Já chorei de tanto rir. (Não acontece muitas vezes)
Já rasguei as calças em público.
Tenho uma doença de nascença.
Já parti um osso.
Já fiz uma cirurgia. (Três vezes, a mais recente foi há dois anos)
Já andei de avião. (Umas quantas vezes)
Já fui a Itália. (Ainda quero conhecer melhor, será das minhas próximas viagens)
Já fui à América.
Já fui ao México.
Já fui a Espanha. (Bastantes vezes)
Já fui à Suiça. (Ainda hei-de voltar)
Já fui a África. 
Já me perdi na minha própria cidade. (Nem vale a pena falar nisso. É quase todos os dias)
Já fui à rua de pijama.
Dei um pontapé a um rapaz onde dói mesmo.
Estive num casino. (Lisboa e Cascais)
Gostava de jogar verdade ou consequência.
Já tive um acidente de carro.
Já fiz ski.
Já entrei numa peça de teatro. (E adorei!)
Já me sentei num telhado à noite. (Boas noites de verão a contemplar as estrelas)
Costumo pregar partidas às pessoas.
Já andei de táxi. (Já não tem conta)
Já comi sushi. (Não gosto nada)
Já tive um encontro às cegas.
Sinto falta de alguém neste momento. (...)
Já beijei uma pessoa com mais 8 anos do que eu.
Já me divorciei.
Já gostei de alguém que não sentia o mesmo por mim.
Já disse a alguém que o/a amava, quando não era verdade.
Já disse a alguém que o/a odiava quando na verdade o/a amava.
Já tive uma paixão por alguém do mesmo sexo.
Já me apaixonei por um/a professor/a.
Já me beijaram à chuva.
Já beijei um estranho. (Sem comentários)
Fiz algo que prometi não fazer.
Já saí sem os meus pais saberem.
Já menti aos meus pais acerca do sítio onde estava. (Primeiro ano de faculdade quando estudei fora de Lisboa)
Tenho um segredo que ninguém pode saber.
Já fiz batota.
Copiei num teste. (E fui apanhada)
Passei um semáforo vermelho.
Já fui suspenso na escola.
Já testemunhei um crime.
Estive preso/a.
Já consumi álcool.
Bebo regularmente.
Já desmaiei de tanto beber.
Estive bêbado/a pelo menos uma vez nos últimos 6 meses. 
Já fumei ganza. 
Já tomei drogas fortes.
Consigo engolir 5 comprimidos de uma vez sem problemas.
Já me diagnosticaram uma depressão.
Tenho problemas de ansiedade diagnosticados.
Grito com os outros quando estou enervado.
Tomo anti-depressivos. (Neste momento já não)
Sofro/sofri de anorexia ou bulimia.
Já me aleijei de propósito.
Já acordei a chorar.
Tenho medo de morrer.
Odeio funerais. (Alguém gosta?)
Já vi alguém morrer.
Alguém que me era querido suicidou-se.
Já pensei em suicidar-me.
Tenho pelo menos 5 CD’s.
Tenho um ipod ou um mp3.
Sou obcecado por anime.
Já comprei alguma coisa pela Net.
Já roubei um tabuleiro de um restaurante de fast food.
Eu vejo o noticiário. (Nem todos os dias)
Não mato insectos. (Só um ou outro)
Canto no duche.
Já fingi estar doente para não ir à escola. (E não só na escola)
Acedo à net pelo meu telemóvel.
Ando no ginásio.
Sou fanático/a por desporto.
Cozinho bem. 
Já fui de pijama para a escola.
Sou capaz de disparar uma arma.
Amo amar.
Eu ja exkrevi axim.
Eu rio-me das minhas próprias piadas.
Todas as semanas como fast food.
Acredito em espíritos.
Já fui para um teste sem estudar e tive boa nota.
Sou muito sensível. (Choro com muita frequência)
Adoro chocolate branco. (Mas não posso comer)
Tenho o hábito de roer as unhas.
Sou bom/a a decorar nomes.
Associo músicas a pessoas/momentos.